Família Ramalho

Sobrenome talvez de origem geográfica. De ramalho, subst. comum



Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Compartilhe com seus amigos...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

32 Comentários

  1. Jair Ramalho says:

    Sou jair ramalho moro aqui em caraubas RN meu avô era José Pedro ramalho e tinha os irmãos canindo Pedro ramalho Vicente Pedro ramalho Félix Pedro ramalho liandro Pedro ramalho André Pedro ramalho meu avô José Pedro ramalho casou-se com Matilde Eliza Oliveira morava na faz.língua de vaca caraubas RN só que Félix e Vicente os dois foram em boa pra Amazônia e nunca mas deram notícia

  2. Sou dos Ramalho do Norte de Minas na cidade de Araçuai e minha bisavó se chamava Mariana Ramalho, filha de José Ramalho (origem desconhecida).
    Muito feliz de encontrar parte dessa grande família. Vamos puxar a árvore genealógica.

  3. Ivone Ramalho says:

    Gostaria muito de conhecer sobre a familia Ramalho……….

  4. NadjaRamalho says:

    Quem quiser conversar mais sobre nossa família, segue meu e-mail nadjakarolaynyramalho@gmail.com

  5. NadjaRamalho says:

    Olá também gostaria de saber sobre a família Ramalho, me chamo Nadja Ramalho sou do Rio Grande Do Norte

  6. NadjaRamalho says:

    Olá também gostaria de saber sobre a família Ramalho, me chamo Nadja Ramlho sou do Rio Grande Do Norte

  7. Willian Ramalho says:

    Antiga e importante família, de origem portuguesa, estabelecida em São Paulo, para onde passou João Ramalho, de Viseu, Capitão Mor de São Paulo, 1562, filho de João Vieira Maldonado e de Catarina Afonso. Casado em Portugal, em 1510, com Catarina Fernandes, chegou à S. Vicente, antes de 1513. Fundador, em 1550, da povoação de Santo André da Borda do Campo. A nobreza paulista se entrelaça na descendência de João Ramalho, que teria vivido mais de 90 anos. João Ramalho foi descrito por escritores, cronistas e cartas de jesuítas. O soturno degredado fugitivo ou náufrago João Ramalho tinha, entre muitas concubinas, a índia Bartyra, portanto sem o controle de registros documentais que eram inexistentes na época é difícil definir quais os filhos de Bartyra. O pirata Ulrich Schimedel em 1553, ao passar por Santo André, conta que achou João Ramalho no sertão, escravizando índios. Aliás, o tráfico de escravos que ele inaugurou, fez São Vicente conhecida como Porto dos Escravos, graças a João Ramalho, e São Paulo era uma cidades mais importantes do sul do Brasil. Em 1553 o padre Manoel da Nóbrega dizia que a vida de Ramalho era uma “petra scandali”, pois tem muitas mulheres e ele e seus filhos andam com as irmãs (de suas esposas) e tem filhos delas. Vão à guerra com os índios e seus gestos são de índios e assim vivem, andando nus como os mesmos índios. Ele é o patriarca dos mamelucos que gerou uma série de filhos mestiços que mais tarde comporiam as bandeiras paulistas e revelariam violência inigualável na escravização dos indígenas do sertão.
    Pela história, João Ramalho foi o primeiro empresário bem sucedido no Brasil, pois era tão influente e poderoso com seu tráfico de escravos e controle sobre os índios do interior que Martim Afonso, em 1533, o faz Guarda-Mor da Borda do Campo. E tem tantos filhos, netos e bisnetos que se torna difícil tartar da genealogia de seus descendentes, apesar dos escritos de Pedro Taques. Quando a Inquisição inicia a perseguição aos judeus no Brasil, o mameluco de Santo André ameaça: “acabarei com a Inquisição a frechadas”. Os fatos se incumbem de demonstrar aos descendentes de João Ramalho que a fera não se deixa matar tão facilmente, pois João Ramalho era um judeu sefaradim. No nordeste, os ramalhos predominam na Bahia, na Paraíba, no Ceará, em Alagoas e em Pernambuco. Há destaques dessa família no meio artístico, tais como: José Ramalho, João Ramalho e Elba Ramalho. Em Parnamirim, há Ramalho por associação à Freire, Sampaio, Sá e Costa, descendentes dos primeiros governantes do nordeste, principalmente capitães do mato, capitães de rios, tenentes e majores de terras do interior.

    Espero ter ajudado a todos Att: Willian Ramalho

    • Cinderella miranda ramalho says:

      É um lamentável histórico de escravizar os indígenas 🙁 .
      Mas muito bacana a sua colaboração.
      Se puder passar seus pais, avós e bisavós Ramalho, quem sabe vamos montando a árvore genealógica da família…

  8. Rubens Ramalho Leal says:

    Olá para todos da família Ramalho. Alguém possui parentesco com Manoel Ramalho? Meu avô Bruno Ramalho, filho de Manoel Ramalho, foi do Ceará para o interior do Amazonas (Tefé/Carauari) onde tinha seringais. Casou-se com a paraense Salamberga Izabel, onde tiveram os filhos José Maria, Manoel, Terezinha de Jesus, Eunice, Bento Carlos, Irene. Gostaria de saber mais sobre a história da família Ramalho. Abraço

  9. Cinderella miranda ramalho says:

    Olá Ramalhos 🙂
    Vou deixar aqui uma parte da minha família Ramalho, para quem sabe vocês encontrem a ligação e possamos ir montando a árvore genealógica da família.
    Meu bisavô era Otávio Ramalho, irmão do João Ramalho (da India Bartira) .
    Tenho uma tia avó que é a Ligya Ramalho que é neta direta do João Ramalho. Eram 3 irmãos casados com 3 irmãs.
    Meu avô era o Zacheu Ramalho.
    Tem o pessoal que é do Nordeste que é da família também (incluso aí o Zé Ramalho e a Elba).
    Tenho mais informações porque um primo escreveu 2 livros sobre a família, vou tentar colocá-los no grupo pra fazer a ligação melhor.
    Abraço a todos!!
    Cindy Ramalho

    • Jó Ramalho says:

      Oi Cindy. Me interesso muito pelos livros que mencionaste. Sou Ramalho também, mas do Norte da Argentina, e gostaria de saber mais sobre nossas origens. Meu e-mail é jojoramalho@yahoo.com.br

    • Marcela Ramalho says:

      Cinderela, sou Marcela Ramalho de Mato Grosso. Meu avô, José Ramalho veio de Minas Gerais. Me interessei pelos livros. Gostaria de ter acesso aos livros. mrmarcelaramalho@gmail.com

    • Msrcia says:

      Olá Willian​ Ramalho.Sou por parte de mãe Ramalho.Meu avô Manuel Ramalho,já falecido.Moroy em Monte Santo MG. Incrível o assunto q vc descreveu.Quero ter acesso aos livros e história das famílias.pir favor me adiciona.Estamis tentando registrar tudo q temos sobre os Ramalhos nossos.pous todos estão indo deste mundo.As novas gerações querem guardar os dados.fazer nossa árvore genealógica.me adiciona por favor.

  10. maria arlete ramalho says:

    suo da familia ramalho de joao pessoa filho de arlete ramalho do povoado de gramame.1969. .giseuda paulino ramalho,maria arlete ramalho….

  11. Cindy Miranda Ramalho says:

    Sou Ramalho, onde uma grande parte reside me Paulo de Frontin – RJ. Lá existe um bairro Ramalho, é genial. E a origem é o João Ramalho com a India Bartira.

  12. Patricia Marques says:

    Ola sou mais uma curiosa que procura saber se os ramalhos existente por todo o mundo mais propriamente no brasil, se na verdade serao todos da mesma familia! Saudacoes a todos voces! Sou Ramalho De Portugal mais propriamente da cidade do porto! 😀

    • William says:

      Me chamo William Ramalho de Almeida

      Te respondo com firmeza, todos os Ramalhos Brasileiros são provenientes de uma única família que veio de Portugal!

      • Patricia says:

        Ola!! Respondendo ao teu comentario William….fantastico! Entao e uma familia enorme…o meu avô Joaquim Ramalho costumava dizer que a familia e muito grande que estavamos todos espalhados pelo mundo!!! Deves ser meu primo! Como muitos outros!!! Tenho orgulho em ter sobrenome Ramalho! E muito interessante e ao mesmo tempo triste aquilo que Joao Ramalho fez aos indios!! Vendendo os como escravos e tendo i clusive filhos da tal india de quem se apaixonou!! Pesquisei e vi que a nossa familia tem brasão. Sou Patricia Ramalho,vivo na europa, acredito que existe uma grande historia em volta deste sobrenome tao polemico!! Bj e abracos a todos os Ramalhos

        • FATIMA RAMALHO says:

          incrível, Patricia, meu avô também chamava joão Ramalho, pena que ele faleceu quando eu ainda era pequena, pouco sei da família
          ahh! somos primas, né?? rsrs

      • Msrcia says:

        Eu quero saber mais me adiciona.

    • FATIMA RAMALHO says:

      OII BOA NOITE
      ENTÃO SOMOS PARENTES
      SOU RAMALHO DA CIDADE DE BRAGANÇA PAULISTA – SÃO PAULO
      SEJAS BEM VINDA E ME ADICIONE EM SEU FACE, SE TIVER

      fanci1955@yahoo.com.br

    • FATIMA RAMALHO says:

      OII BOA NOITE
      ENTÃO SOMOS PARENTES
      SOU RAMALHO DA CIDADE DE BRAGANÇA PAULISTA – SÃO PAULO
      SEJAS BEM VINDA E ME ADICIONE EM SEU FACE, SE TIVER

  13. Silvio Ramalho says:

    Sou mais um curioso, querendo descobrir um pouco mais sobre meus antepassados…
    082981281018

  14. maria ap ramalho says:

    vem portugues joão ramalho que se casou com a india batira

  15. Joice Ramalho says:

    Pena não saber muito sobre meu sobrenome

  16. JORGE GOMES says:

    DOS 3 FILHOS HOMENS DE JOÃO RAMALHO EM BELÉM DO PARÁ, JOSÉ MARIA, JOÃO E JORGE. EMBORA NÃO TENHAM SIDO RECONHECIDOS EM FUNÇÃO DA LEI DA ÉPOCA(1940). UM TORNOU-SE MILITAR, OUTRO EMPRESÁRIO, E O CAÇULA ADVOGADO.
    SOMOS RAMALHOS, ANTES SÓ DE FATO, HOJE DE DIREITO.
    ABRAÇOS AOS PARENTES QUE NÃO TIVERAM CULPA.
    (91) 8271-2809 – Jorge

Deixe um comentário