Família Marangoni

Se você é descendente dos Marangoni, vai gostar de saber um pouco mais sobre a história desta família. Veja algumas informações e curiosidades desse sobrenome logo abaixo.

O sobrenome Marangoni, assim como tantos outros, não surgiu no Brasil, por uma simples razão de que o Brasil foi colonizado e habitado primeiramente por estrangeiros. Dessa forma, os sobrenomes vêm de outros países e acabam ganhando popularidade uma vez que os imigrantes fizeram do Brasil sua nova morada.

Origem da família Marangoni

Marangoni é um sobrenome Italiano. Não é um sobrenome muito reconhecido no Brasil, assim como alguns outros sobrenomes de origem Italiana.

A genealogia deste sobrenome está relacionada ao trabalho que o patriarca, o fundador da família, ocupava na Itália. Marangoni é o plural de Marangone. Marangone vem do Latim Mergus (Merganço, pássaro aquático).

Curiosidades

Os primeiros imigrantes da família a chegarem ao Brasil saíram da Itália aproximadamente no ano de 1989. Os antepassados da família Marangoni e outras centenas de imigrantes chegaram ao Brasil para trabalhar inicialmente nas lavouras de café. O trabalho nas colônias de café era pesado e eles viviam em condições precárias. Com isso os imigrantes italianos eram chamados de escravos brancos.

Posteriormente os imigrantes se estabeleceram nas cidades e passaram a ter outras ocupações. Eles foram trabalhar como pedreiros, carpinteiros entre outras profissões e começaram a ter melhores condições de vida.

Variantes do sobrenome Marangoni

Existem três variantes para o sobrenome desta família. São elas: Marangoni, Marangon e Marangone. A variante mais reconhecida e comum de se encontrar tanto no Brasil, quanto na Itália, é Marangoni.

Brasão da Família Marangoni

Por meio de algumas pesquisas, algumas características do brasão da família Marangoni foram encontradas. O brasão que pertence à família Marangoni é constituído por cores fortes e chamativas, como azul, vermelho e amarelo.

O Brasão é simples quando comparado a outros brasões. No centro do brasão há um escudo dividido entre as cores amarela, azul e vermelho com uma mão segurando um ferro. No timbre tem-se uma armadura, geralmente utilizada por guerreiros e cavaleiros para proteção pessoal. As cores azul e vermelho envolvem o escudo como uma borda.



Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Compartilhe com seus amigos...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

28 Comentários

  1. Rafael Marangoni says:

    Boa tarde, Meu nome é Rafael Marangoni meu avô conta que o pai dele falava que moravam em uma província de Mantova as margem do Rio do Pó.

  2. BOA NOITE LUCAS MARANGONI

    VC DISSE QUE ENTALHOU O BRASÃO DA FAMÍLIA EM MADEIRA. TRE UMA FOTO E SE FOR POSSÍVEL ME MANDE – contato@chacaramarangoni.com.br E ME MANDE SEU E-MAIL PRA EU TE MANDAR O BRASÃO QUE TENHO………..VAMOS FAZER UM CONTATO…..

    OBRIGADO

    LUIS

  3. Glauce Marangoni says:

    Ola. Meu nome é Glauce Marangoni. Meu avô materno se chamada Carlos Ermínio Marangoni. Era um homem alto de olhos azuis. A família dele mora em Cachoeira de Itapemirim, espírito santo . Ele se mudou para o rio de janeiro lugar onde estamos até hoje. Eu nunca consegui descobrir de qual localidade na Itália vieram meus bisavós.
    Abraços a todos

    • Laio marangon says:

      Olá,Glauce Marangoni .Meu nome é Laio Marangon.e pelo que sei da família MARANGON eles são de veneza,mas isso é na família Marangon e não Marangoni,pode acontecer de serem todos de Veneza mas o que eu sei é isso. Abraços

  4. Boa noite marangonada, meu nome é ANTONIO LUIS APARECIDO MARANGONI, MEU PAI GERALDO MARANGONI, MEU AVÔ ANTONIO MARANGONI, SÓ CONHEÇO ATÉ AI, MEU PAI E MEU AVO MORRERAM QUANDO EU ERA CRIANÇA, CONSULTE FACE CHACARA MARANGONI EVENTOS, ESTAREI A DISPOSIÇÃO AQUI EM SUZA NO, TENHO MUITO ORGULHO E TENHO O BRASÃO DOS MARANGONI NO PORTÃO, JÁ PENSOU QUE PODEMOS ELEGER UM DEP ESTADUAL SÓ PELA FAMÍLIA,,,,,,LEGAL EM……..

    • Boa noite a todos!

      eu sou muito grato ao meu “pai” , que além de do sobrenome maravilhoso

      ” Marangoni ” em que me deu , também venho representar a terceira geração com o

      nome principal de “Alvaro”.Tenho muita vontade de não somente de saber mais de

      nossas raízes mas também um dia conhecer o lugar na Italia onde tudo começou.

      Um grande abraço a todos !!

  5. alvaro marangoni neto says:

    olá, sou o Alvaro , terceira geração dos marangoni, tendo em vista que meu avô, meu pai e eu estende-se o mesmo nome, alterado apenas o último nome.(eualvaro.. neto, meu pai ..filho e meu avô somente finalizando no sobrenome mesmo, pena que não consegui até agora localizar minha descendência de cidade entre outros fatores de iniciais .
    parabéns a todos nós !!!!!!!!

  6. Carlos says:

    Sou filho de Zelinda Marangão, que é filha de Carlos Marangon, que é filho de Quirino Marangon, que é filho de Luigi Marangon (que veio para o Brasil em 1887), que é filho de Sante Marangon (primeira geração) que é filho do patriarca da família Antonio Marangon que nasceu em 1780.
    Abraços a toda a Família Marangon (Marangoni,Marangone,Marangão,Marangom)

    • Tarcísio Marangoni says:

      Boa noite Carlos, sou Tarcísio Marangoni, moro em Içara SC, meu Tataravô se chamava Giuliano Marangoni, meu Bisavô Sante Massimiliano Marangoni, meu avô Antonio Marangoni que também tinha um irmão com o nome de Quirino, não sei se é a mesma pessoa, mas meu tataravô nasceu em 1871 na Itália e veio para o Brasil por volta do ano 1880

    • Laio marangon says:

      Olá Carlos,meu nome é Laio Marangon.e sou bisneto de Ancélmo Marangon que é filho do patriarca Antônio Marangon.
      Gostaria de saber se você que parece ter mais conhecimento da família sabe de alguma pessoa que se chame Mariinha Marangon(de Maria).
      Obrigado.

  7. Ana Paula Marangoni says:

    O meu avô Luiz Marangoni veio da Itália quando garoto ainda assim conta meu pai o nome do pai do meu avô acho que era Ricardo Marangoni não tenho certeza…
    Eu amo meu sobrenome

  8. Luiza Marleia Domingos says:

    Sou Marangoni de avó materno era Otaviano Marangoni a família migrou mas ou menos em mil oitocentos e setenta e sete não sei quase nada ele morreu muito jovem aos 34 anos sei quê seu pai foi para o RGS somos de Luis Alves SC minha vó era Luiza Lazaris Marangoni gostaria de encontrar parentes pois só conheso os filhos dos meus tios …..

  9. Luan Marangoni says:

    Sou descente de Marangoni, moro em Bálsamo – SP, mas meu pai, João Carlos Marangoni, disse que ele nasceu em Monte Alto – SP

  10. LUIZ CARLOS MARANGONI says:

    Sou um descendente dos Marangoni. Muito me orgulho deste nome. Meus avós por parte de pai eram italianos. Sei de um descendente que no SÉCULO XIX era físico, chamado CARLO GIUSEPPE MATTEO MARANGONI, foi quem descobriu ” LAGRIMAS” do vinho ou” EFEITO MARANGONI”.

  11. Sou marangoni com muito orgulho, sou neta do meu avô : Domingos marangoni , sou descendente dos italianos.temos que ter orgulho do nosso sobrenome . Nunca tenha vergonha doseu sobrenome porque é uma honra o nome marangoni . bjs para os marangonis.

  12. Lucas Marangoni says:

    Avante Marangoni! Temos muito orgulho do nosso sobrenome, eu e meus pais entalhamos o brasão da família em madeira 🙂

  13. Cassiano Marangoni says:

    Alguém sabe me informar em qual Cidade da Itália se encontra alguns Marangonis ?

  14. MARANGONI says:

    ALCENOR MARANGONI NASCIDO AOS 18 JULHO DE 1941 REGISTRADO AOS 18 AGOSTO ETOU PROCURANDO QUANTOS MARANGONI VIERAM DA ITALIA E DE ONDE É SUA ORIGEM MEUS ANTEPASADOS NÃO DEIXARAM QUASE NADA SOBRE A FAMILIA

  15. Ricardo says:

    Eu me orgulho do meu sobrenome, pois é um sobrenome forte, de pessoas trabalhadoras e vitoriosas…
    Avante MARANGONI !!!

  16. janaina says:

    eu amo meu sobrenome ,mas as vezes irrita os meninos da minha sala me chama de
    morangonis!

  17. jean Marangoni says:

    Parabéns a nós descendentes do sobrenome Marangoni, pois nossa vontade de vencer e conquistar nosso espaço na sociedade, ja vem dos nossos antepassados ! Avante povo Italiano e descendentes, vcs fazem a diferença!

Deixe um comentário