Família Alzamora

Vale a pena conferir a origem, as curiosidades, as variantes e o brasão da Família Alzamora. Essa família foi criada no contexto de batalhas. Veja a seguir sua grandiosa história.

O sobrenome Alzamora, assim como tantos outros, não surgiu no Brasil, por uma simples razão de que o Brasil foi colonizado e habitado primeiramente por estrangeiros. Dessa forma, os sobrenomes vêm de outros países e acabam ganhando popularidade uma vez que os imigrantes fizeram do Brasil sua nova morada.

Origem da Família Alzamora

O sobrenome Alzamora tem sua origem na província de Lleida, localizada na parte ocidental da Catalunha. Vale ressaltar que nessa província tem o Valle de Arán, cheio de montanhas cujo a língua oficial é o Aranese.

De acordo com os registros, alguns Alzamora se estabeleceram em Jaca, Navarra, Reino de Valência e na região onde hoje pertence ao Peru. Nessa época, os irmãos Catalão Alzamora e Juan Luís Alzamora foram em Aragão e entraram para o exército do Rei James I. Desse modo, conseguiram sair vitoriosos da batalha e conquistaram o Reino de Valencia.

Esses irmãos fizeram o juramento de Alzamora perante a nobreza, provando sua generosidade, lealdade, honra e coragem.

Curiosidades

Entre as pessoas mais importantes dessa família podemos ressaltar Luís Alzamora, um monge da Ordem de Montesa em 1564. Juan José Alzamora Cejudo, religioso da Ordem de Calatrava em 1632. Por último Alzamora Marco Duarte, natural de Valência, que ocupou o cargo de Diretor diante do Santo Ofício da Inquisição de Valência em 1615.

Variantes do Sobrenome Alzamora

A principais variantes desse sobrenome são Alzanello, Alzano, Alzanza, Alzar, Alzard e Alzarbe.

Brasão da Família Alzamora

O brasão da Família Alzamora é um escudo divido ao meio. O timbre desse brasão é representado por três penas brancas sobre o elmo metálico. Os paquifes são folhagens brancas com cinza que se espalham por fora do escudo.

Segundo os relatos, no lado esquerdo do escudo tem o desenho de uma asa de águia que faz parte dos três elementos que os cavaleiros tinham adquirido para levar para a guerra. Os outros dois eram um sabre (espada) e Argent que estavam acoplados em um mesmo metal, formando uma arma.

No lado direito do escudo tem o desenho de uma árvore com galhos e tronco de ouro. Provavelmente fazendo alusão ao campo de batalha.



Este site lhe foi útil? Clique no G+1. É muito importante pra nós. Obrigado!
Compartilhe com seus amigos...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe um comentário